Ah... se eu pudesse.
Se eu pudesse colher estrelas,todo dia eu levaria uma para você.
Se eu pudesse chegar ao sol eu pegaria um raio de luz só para você.
Se eu pudesse encontrar o pote do arco iris eu daria todas as cores para você.
Eu faria isso tudo só por você!
Se eu pudesse chamar todos os passarinhos eu os faria cantar para você.
Se eu pudesse construiria uma montanha só sua para que você descansasse mais perto do céu.
Se eu pudesse eu isolaria uma floresta onde só você pudesse entrar, ir ao seu próprio encontro e respirar a paz.
Eu faria isso tudo só por você!
Se eu pudesse eu lhe levaria todas as alegrias do Universo naqueles dias em que se sente triste.
Eu criaria um lugar especial feito só para você.Um lugar onde você pudesse achar serenidade, estar só consigo e se refazer dos seus cansaços.
Se eu pudesse apagar os seus problemas eu usaria toda a minha força para faze-los desaparecer.
Eu faria isso tudo só por você!...
Mas não sei colher estrelas, não posso chegar ao sol nem sei aonde está o pote do arco iris.
Não sei chamar os passarinhos nem sou capaz de construir montanhas.
Não tenho licença para isolar uma floresta nem posso livrar você de todos os problemas.
Mas eu sei que posso dar-lhe o que de mais forte existe em mim :
Esta vontade de ver você feliz e de estar sempre aí ...... com você até o fim

( Autor Desconhecido )

Miosótis

          As flores Miosótis também são conhecidas como “não se esqueça de mim” ou ”não me esqueças” em várias línguas — non-ti-scordar-di-me, na Itália, forget-me-not na língua inglesa, etc. São várias as formas de se explicar o seu nome, são diversas as lendas e histórias que passaram de pai para filho. Eis uma das lendas que contam sobre esta flor:






















"Numa linda tarde primaveril, dois jovens noivos passeavam felizes pelas margens do Rio da Carpa Dourada quando de repente apareceu flutuando sobre as águas impetuosas do rio, um lindo ramo de miosótis. Então, a noiva que nunca tinha visto aquelas flores, pediu ao noivo que as apanhasse. Ele se atirou nas águas do rio e apanhou as flores, mas ao voltar para as margens, a forte correnteza arrastou-o consigo e desaparecendo em um instante, levado pelas águas. E conta a lenda que antes da morte o noivo gritou: "Não me esqueças, ama-me para sempre!". Desde então, o miosótis floresceu nas margens dos rios, para que ninguém morresse por sua causa, e foi chamado a flor do “não-me-esqueças”.
Sem contar, que essas flores são atribuidas ao dia 25 de maio - Dia Internacional das Crianças Desaparecidas."Para cada semente de miosotis germinada, uma criança será localizada."
(Não - Te - Esqueças - de - Mim)


Followers

Tecnologia do Blogger.